Home

Image

Eis que em tempo de Natal e toda a hipocrisia que circunda a data, acabei me derrapando com “O Verão da Minha Vida”,  um excelente filme  que lida de forma muito sensível sobre a questão da adolescência e consequentemente ,  família.

O título do filme faz referência ao verão de Duncan, (Liam James), um adolescente que acompanha a mãe (Toni Collette) para a casa de praia de Trent (Steve Carrel), seu novo namorado, um sujeito que fica o tempo todo pegando no pé do pobre garoto, seja estigmatizando-o como um “perdedor” ou lhe passando tarefas que muitas vezes nem lhe deveriam ser atribuídas.

Image

O que poderia ser graças à Trent, o pior verão da vida de Duncan, começa a mudar quando ele conhece Owen (Sam Rockwell), responsável por um parque aquático que rapidamente se afeiçoa à Duncan, oferecendo ao menino um universo totalmente novo, quando o emprega como funcionário do parque.

Toda a aflição de Duncan, somados à impotência perante a situação forçada com Trent, fazem com que suas horas ao lado de Owen e das pessoas do parque, se tornem muito mais que um escape, mas também uma valiosa experiência de criação de identidade e formação de indivíduo, fatores importantíssimos na vida de qualquer adolescente.

Image

O roteiro, ainda que aparentemente traga à tona certa leveza, traz nos detalhes dramas reais e presentes na vida de muitos adolescentes, principalmente no que se diz respeito aqueles que além de tudo, ainda tem que enfrentar também os traumas da separação dos pais e todas as questões subjacentes como atenção, proteção, etc…

Além do ótimo roteiro e direção, o elenco também beira a perfeição. Steve Carrel prova de vez que não é apenas um excelente comediante, pois seu papel de Trent, consegue ser tão convincente a ponto de duvidarmos que ele é o mesmo ator que por anos fez o carismático Michael Scott em The Office. E ainda temos Toni Collete, que dispensa comentários, Sam Rockwell (que julgo como um dos melhores atores de sua geração), e o próprio Liam James, que faz com enorme desenvoltura a difícil transformação do personagem principal ao longo do filme, inclusive fisicamente.

Image

Somente por esses pontos que citei, “O Verão da Minha Vida” já deveria ser um filme a ser visto, mas garanto que ele ainda tem muito mais pra oferecer, seja no prazer que temos de ver um bom filme, seja nas boas reflexões que ele pode trazer.

Trailler: http://www.youtube.com/watch?v=6XSl9K2xmbs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s